Postagens

Exposição de pedras

Imagem
As pedras estão presentes na vida das crianças, que encontram diariamente no parque várias delas, oriundas do aterramento feito na escola. As crianças as usam de diversas maneiras, algumas vezes pesquisam o peso, outras usam as pedras para fazer ferramentas para cavar, ou ainda para subir os morros da escola. Porém algo diferente aconteceu, as crianças tiveram uma grande ideia: fazer uma exposição de pedras!!!

Provoquei as crianças a pintarem as pedras, para que ficassem coloridas para a exposição, a ideia foi aceita e as crianças criaram cores e misturas para elas.






Depois de pintadas as pedras foram para a sala, em um canto em uma exposição. Mas as crianças, curiosas, imaginativas, pesquisadoras não deixaram a exposição parada, logo virou brincadeira e descobertas intensas!!! Como as pedras eram de concreto e conforme eram mexidas esfarelavam, a areia virou suporte para o desenho e as pedras o emolduravam:


Depois o desafio passou a ser empilhar, e quem conseguia fazer a maior pilha.…

O que significa fazer uma Festa Junina na escola?

Estamos no mês de junho e com ele, logicamente nos vemos envoltos em muitas festas juninas. Abraçadas nos calendários escolares desde o início do ano e por muitos anos, e que demandam dos educadores, das crianças e a sua comunidade um tremendo trabalho e preparação. Quem não gosta? Há os que esperam ardentemente por essa época e confesso que estou nessa lista. Contudo, não podemos passar por esse mês sem problematizar algumas questões tão latentes e que precisam e urgem de discussões e reflexões. Talvez precisássemos de um artigo mais demorado e acadêmico para isso, e é certo que não terei tempo para tanto, já que estamos no dito mês e não podemos deixar de apontar algumas tensões. Primeira pergunta, a qual considero crucial: por que comemorar essa festa na escola? A próxima pergunta, tão crucial quanto a primeira: qual a nossa intenção em comemorar essa festa? Por que comemorar essa festa? Ela é histórica e culturalmente importante, principalmente para o nosso país, trazida pelos portu…

Comidas do quintal

Imagem
A brincadeira de casinha, muitas vezes, está basicamente atrelada aos cuidados, vemos mães e pais cuidando de seus filhinhos, colocando-os para dormir, vestindo-os e principalmente cozinhando para eles. A cozinha da casa pulsa!!!!Vibra!!!! E clama pela imaginação!!! As comidas imaginárias logo pedem suporte, queremos cozinhar e qual será nossa comida? Neste momento encontramos folhas, terra, areia, pequenas sementes, flores, massinha, água, papel picado, tecido e até a combinação entre eles podem se transformar em pratos deliciosos!! 
"O brincar não tem especialidade técnica; está mais próximo do trabalho do artesão do que do homem industrial. O material do brincar, do brincar dos restos, especialmente dos restos naturais, traz a matéria essencial sem os racionalismo do brinquedo pronto, amiudado à realidade. É a memória do primitivo trato inventivo com o mundo natural e da exigência de conhecê-lo para habita-lo. ( PIORSK,2016, p.103).
Muitas vezes ao olharmos as crianças em seu…

BRILHA NO ESCURO!!!!!

Imagem
Quando pensamos no uso das diversas de tecnologias com as crianças, por vezes nos parece distante. Como trazer esses recursos e considerar suas formas próprias de ver o mundo? Uma experiência bastante interessante é a luz negra realizada no ano passado. Para isso usamos canetinhas marca texto ou fluorescente e a luz negra ( lâmpada preta comprada em loja de materiais de construção) acoplada a uma pequena luminária de fácil manuseio para as crianças. Inicialmente as crianças realizaram desenhos com as canetinhas fluorescentes. Em seguida, escurecemos o ambiente e apresentamos as crianças a luz negra. Além de se encantar com o brilho dos desenhos, se surpreender com o ambiente iluminado por uma luz negra, perceberam que a mesma ficou quentinha, perceberam que a cor da sua roupa e a cor do rosto dos amigos mudava com o reflexo da luz. Existem diversas possibilidades com a luz negra e objetos, tinta, maquiagem fluorescente que propiciam o encantamento das crianças e diversas possibilidad…

Pesquisas com massinha

Imagem
Neste dia as crianças confeccionaram massinha de modelar, segue abaixo a receita:

Receita da massinha

1 xícara de sal.
4 xícaras de farinha de trigo.
1 xícara e meia de água.
3 colheres de sopa de óleo.
Corante alimentício.


Misture a farinha e o sal, depois incorpore o óleo e a água até a massa ficar consistente e sem grudar nas mãos. Coloque o corante. Você pode dividir a massa e fazer em várias cores. Pode deixar sem cor ou usar corantes naturais como colorau, por exemplo.
O bacana desta massinha é que não há problemas se as crianças comerem e ela não gruda nos objetos. E é esse justamente o ponto chave. Por não grudar, as crianças  podem experimentar a massinha com outros objetos e brinquedos. Neste dia elas criaram brincadeiras e pesquisaram texturas e desenhos que conseguiram fazer com ela.
As crianças usaram a massinha para fazer comida, se organizaram para conseguir diferentes formas usando palitos, espremedor de alho, e pequenos pedaços de conduite.




O Miguel descobriu como fazer bolos u…

Como é bom experimentar o mundo!!!

Imagem
Todos os dias nos vemos perdidos no meio de tantas informações, acontecimentos, ideias, mas o que realmente nos toca? O que nos provoca, modifica, assombra ou maravilha? Como já nos dizia Larrosa: “A experiência é o que nos passa, o que nos acontece, o que nos toca. Não o que se passa, não o que acontece, ou o que toca. A cada dia se passam muitas coisas, porém, ao mesmo tempo, quase nada nos acontece. Dir-se-ia que tudo o que se passa está organizado para que nada nos aconteça. Walter Benjamin, em um texto célebre, já observava a pobreza de experiências que caracteriza o nosso mundo. Nunca se passaram tantas coisas, mas a experiência é cada vez mais rara.” As crianças também estão imersas nesse mundo, porém ainda trazem consigo essa vontade de experenciar, conhecer e descobrir com o corpo inteiro. Como nós, enquanto educadores das Infâncias estamos possibilitando experimentações, pesquisa